Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Hotel Louisiana Quarto 58 | De João Samões

Hotel Louisiana Quarto 58 | De João Samões

Teatro & Arte | Teatro

Cine-teatro Louletano

CineTeatro
Classificação Etária
Maiores de 16 anos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2019
mai
03

Sessão

03 mai 2019 21:30
Dias
Hrs
Min
Seg

Duração

60 minutos

Abertura Portas

21:00

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

Câmara Municipal de Loulé

Sinopse

"O velho homem sai todos os dias do hotel por volta das duas e meia da tarde, sempre impecavelmente vestido. Na sua carteira em pele de crocodilo, um único cartão: o seu bilhete de identidade. Senta-se na esplanada do mesmo café, onde no passado se encontrava com os seus amigos e companheiros de estrada, já todos mortos ou a viver no campo, fuma um cigarro ou dois e almoça um prato de lentilhas. Depois vai dar o seu passeio diário pelo jardim, onde se senta a observar as mulheres belas e a meditar sobre a arte da vida. Vê todos os dias coisas extraordinárias. Já estaria certamente morto, se tivesse um apartamento para ficar a pensar atrás das cortinas. Caminhar, caminhar, caminhar para observar e desfrutar a vida. Mas o que pensa este homem? Como sopram tão fortes ventos de liberdade e revolta em tão monocórdica rotina?

Hotel Louisiana Quarto 58 é um retrato de Albert Cossery, um dos mais fascinantes escritores do século XX. Um homem que viveu como as personagens dos seus livros, acreditando que a verdadeira riqueza é o ócio, o culto do prazer e do tempo para a reflexão e contemplação da beleza e turbulência do mundo, e que o desprendimento de tudo o que nos ensinam, todos os dogmas e valores, é a condição necessária para cada um fazer a sua própria revolução. Mestre de uma literatura de combate a todas as formas de autoritarismo e valores hegemónicos que nos moldam e transformam em corpos escravizados pelos ciclos de trabalho, produção e consumo, e dono de uma singular e diletante filosofia de vida, na encruzilhada entre o Ocidente e o Oriente."

João Samões

Criação, dramaturgia, cenografia, encenação: João Samões / Texto: João Samões a partir da vida e obra de Albert Cossery / Interpretação: Cláudio da Silva / Música: Pablo Picasso de Jonathan Richman / Desenho de luz: Anaísa Guerreiro / Direção técnica e operação de luz: Celestino Verdades / Direção de produção: João Samões e Mónia Mota / Produção: Debataberto / Registo e edição do vídeo promocional: João Dias / Registo de fotografia: João Tuna / Apoio: Teatro-Estúdio António Assunção, Programa Gulbenkian Língua e Cultura Portuguesas / Co-produção: Debataberto, Teatro Nacional São João

Preços

Preço: 8 € ou 6 € para maiores de 65 e menores de 30 anos

Cartão de Amigo aplicável

Partilhar
Cartão de Amigo